• O que é interatividade – parte 2

    A magia da interação A professora e pesquisadora Lúcia Santaella, uma das principais divulgadoras do campo da semiótica do Brasil, sintetiza a interatividade pela interface da seguinte maneira: “Por intermédio de instrumentos materiais (tela, mouse, teclado) e imateriais (linguagem de comando), o receptor transforma-se em usuário e organiza sua navegação como quiser” (SANTAELLA, 2004, p. 163) […]

    Leia mais!

  • Jogos são arte? – Parte 1

    Sobre a premissa de que a arte deve transmitir uma mensagem. Em 2011, a indústria dos jogos digitais disponibilizaria no mercado um dos jogos mais aclamados e esperados daquele momento. Elder Scrolls V: Skyrim é um jogo estilo RPG em mundo aberto que permite aos seus jogadores experimentarem um mundo medieval fantástico através de combates […]

    Leia mais!

  • A equipe do Marketing & Games postou esta!

    A equipe do Marketing & Games postou esta. A reportagem inteira é construída para apontar os jogos digitais como um mal.Em 7:00 – “Esse bombardeio eletrônico é uma verdadeira armadilha. (…) Depois de muitas horas de jogo, uma criança pode entrar numa espécie de estado hipnótico, onde ela não consegue parar de jogar.”. Não tarda […]

    Leia mais!

  • Cozinha Digital – Artigo Comunicon 2014

    Acesse aqui: http://www.espm.br/download/Anais_Comunicon_2014/gts/gt_seis/GT06_MAURO_BERIMBAU.pdf. Neste texto, apresentamos a gastronomia como um objeto de consumo simbólico, simulado através de jogos digitais. Esses símbolos se apresentam dentro da cultura contemporânea, onde a mídia povoa o repertório do sujeito contemporâneo e lhe dá as referências de ser. Os jogos digitais conseguem, enquanto mídias com uma estrutura discursiva particular, promover […]

    Leia mais!