• O que é interatividade – parte 2

    A magia da interação A professora e pesquisadora Lúcia Santaella, uma das principais divulgadoras do campo da semiótica do Brasil, sintetiza a interatividade pela interface da seguinte maneira: “Por intermédio de instrumentos materiais (tela, mouse, teclado) e imateriais (linguagem de comando), o receptor transforma-se em usuário e organiza sua navegação como quiser” (SANTAELLA, 2004, p. 163) […]

    Leia mais!

  • Blind Games Brazil – jogos para deficientes visuais

    Estou escrevendo um artigo que aborda questões sobre interface, entre outras coisas. Durante o estudo, os autores falam da importância de utilizar elementos reconhecidos pelos jogadores para evitar surpresas – essa é uma das regras de Ernest Adams (ADAMS, Ernest. Fundamentals of game design, second edition. Berkeley: Pearson Education, 2010) quando se trata de desenvolvimento […]

    Leia mais!