• Jogos são arte? – Parte 4 (final)

    São máquinas de produzir sentido. Tudo depende do game designer. Gonzalo Frasca também defende o game designer como um “autor” de uma obra digital (FRASCA, 2003). O exemplo que dá está em “The Sims”, onde é possível controlar seu avatar para ter um relacionamento com um outro do mesmo sexo. Note: o código do jogo foi […]

    Leia mais!

  • O que é interatividade? – parte 1

    Significados e utilizações da expressão Por muitas vezes, ouvi o argumento que a diferença dos videogames para qualquer outra mídia estava na interatividade. “Os games são uma mídia mais interativa, então ela funciona melhor, prende mais a atenção” ou algo assim. Então, é importante investigar se existe, de fato, algo de importante para a mídia […]

    Leia mais!

  • O que é jogo? Gerador de definições

    Discutir games é sempre um desafio. Ainda é uma mídia que tem dificuldades de ser levada à sério, tanto no mercado quanto na academia. Perdi a conta de quantas vezes escutei de clientes, professores, pesquisadores e estudantes que os jogos são apenas brinquedos, infantilidades, em tom pejorativo. Por isso, é normal que os pesquisadores-gamers de […]

    Leia mais!

  • Uso de Unity pelo mundo – resultados 2016-1

    UNITY – Games-by-the-Numbers-2016-Q1-Report Relatório público da Unity para produção de jogos mobile! Para quem trabalha com desenvolvimento, a pesquisa apresenta alguns dados muito interessantes. 220.000 jogos feitos com Unity 4.2 bilhões de instalações de jogos em aparelhos pelo mundo 81% das instalações foram em aparelhos Android. Consumo crescente de jogos na China (por instalação de […]

    Leia mais!

  • Eu não sou gamer – uma hipótese baseada nos resultados da pesquisa Game Brasil 2016

    Quando montávamos o questionário da pesquisa Game Brasil 2016, decidimos colocar uma pergunta simples, mas muito significativa: você se considera um gamer? A pergunta é importante quando comparada com os outros dados. No processo, descobrimos que: grande parte do público jogador é classe B e C (65% aprox); com forte pertencimento das mulheres (52,6%) por […]

    Leia mais!

  • Leitores de sites de games não são quem você imagina

    A história da pesquisa científica é cheia de descobertas acidentais. O “momento Eureka”, onde finalmente encontramos aquilo que tanto procurávamos, não é tão comum quanto gostaríamos, apesar de escrevermos nossos textos científicos com a precisão matemática e lógica como se tivesse acontecido tudo que planejamos. O que acontece de verdade é que começamos por uma […]

    Leia mais!

  • Mad Max – Excelente e incompreendido, parte 2

    Enquanto eu jogo o game, já somando mais de 130 horas de atividade, fico me perguntando “por que se fala tão mal desse game?”. Então fui pesquisar sobre resultados, e encontrei o seguinte:   Cinema: O filme Mad Max: Fury Road teve um investimento de US$ 150 milhões, e retornou algo em torno de US$ […]

    Leia mais!

  • Mad Max – Excelente e incompreendido

    Um dos jogos mais divertidos que joguei nos últimos anos foi Mad Max, baseado no filme Mad Max Fury Road. Gosto tanto que fiz o vídeo acima, enquanto tentava cumprir duas missões em uma só luta (sim, sou eu jogando!) O jogo Mad Max consegue capturar bem esse espírito e permite ao jogador SER o […]

    Leia mais!

  • Revista IstoÉ Dinheiro – reportagem 2016

      Participei dessa reportagem para a IstoÉ Dinheiro, onde abordavam a relação entre os games e os esportes, utilizando como gancho os personagens Mario e Sonic, que ganharam jogos novos por conta dos jogos olímpicos. Queriam entender a relação entre as duas áreas (jogos digitais e olimpíadas), bem como o impacto que pode trazer para […]

    Leia mais!